Agora você pode negociar XRP na MODIAX Saiba mais arrow_forward
Bitcoin

Melhor carteira de Bitcoin: tudo que você precisa saber para escolher a sua

setembro 21, 2018

Melhor carteira de Bitcoin: tudo que você precisa saber para escolher a sua

Post atualizado em 24/10/2018

Você sabe como escolher a melhor carteira de Bitcoin para você, de acordo com as suas necessidades? Nesse post vamos te apresentar todos os tipos de carteiras disponíveis, os prós e contras de cada uma e algumas dicas e boas práticas para armazenar seus bitcoins de uma maneira segura.

  1. Por que é importante saber como armazenar seus bitcoins?
  2. O que é uma carteira de Bitcoin?
  3. As carteiras são seguras?
  4. Carteiras Quentes vs Carteiras Frias
  5. Tipos de carteiras quentes
  6. Tipos de carteiras frias
  7. Boas práticas de segurança

Por que é importante saber como armazenar seus bitcoins?

Uma característica fundamental do Bitcoin em comparação ao dinheiro que usamos diariamente é o fato dele não depender de um sistema bancário, tanto para ser transferido, como para ser armazenado. Na rede Bitcoin, o usuário é o único responsável pela custódia de suas moedas.

No entanto, como acontece com qualquer outra tecnologia, há um número crescente de tentativas de fraude e golpistas ocultos pela internet procurando roubar bitcoins de pessoas desprevenidas. É por isso que é muito importante estar atento e saber quais são as formas de armazenar as suas criptomoedas, escolhendo a melhor carteira de Bitcoin de acordo com as suas próprias necessidades, bem como estar por dentro das melhores práticas de segurança.

O que é uma carteira de Bitcoin?

Antes de qualquer coisa, é importante ressaltar que o nome Carteira de Bitcoin ou “Bitcoin Wallet”, em inglês, pode gerar um pouco de confusão. A verdade é que as carteiras não armazenam bitcoins de fato, pois esses estão registrados na Blockchain. Em vez disso, as carteiras de Bitcoin mantêm um par de chaves, uma pública e uma privada, que dão ao usuário o direito de utilizar essas criptomoedas.

As carteiras são seguras?

Existem diversos tipos de carteira e inúmeras empresas competindo para serem a melhor solução dentro desse mercado. Diferentes tipos de carteira oferecem diferentes níveis de segurança e diferentes níveis de praticidade.

Mais à frente entraremos em detalhes técnicos para que você possa decidir qual a melhor carteira de Bitcoin para você, mas, de um modo geral, a resposta para esta pergunta é: tudo depende de como você gerencia sua carteira.

Lembre-se: quando se trata de criptomoedas, você é o único responsável pela segurança do seu dinheiro. Se você não armazenar sua carteira de forma adequada e permitir que outras pessoas tenham acesso a sua senha, você estará entregando todo o seu dinheiro. Então seus bitcoins estarão seguros somente se você puder garantir que ninguém mais terá acesso as suas chaves além de você.

Sabendo disso, vamos analisar, a seguir, os tipos de carteiras mais comuns e como cada uma funciona.

Carteiras Quentes vs Carteiras Frias

As carteiras de Bitcoin são geralmente classificadas em dois grandes grupos, as quentes e as frias. Aquelas que possuem ligação direta com a internet são chamadas de carteiras quentes e as demais são chamadas de carteiras frias.

As carteiras quentes estão armazenadas em um dispositivo que está conectado à rede ou estão armazenadas em um servidor online, o que as torna mais vulneráveis, pois um hacker pode acessá-las através da internet. Ao mesmo tempo, são práticas, porque a conexão à rede facilita a realização de movimentações das criptomoedas.

Já as carteiras frias são mais seguras por trabalharem offline, mas não são tão práticas, pois é preciso conectá-las à internet para fazer qualquer transação. Elas são mais indicadas para armazenar grandes quantias de bitcoins.

Carteiras quentes

Carteira Mobile

Carteiras móveis funcionam como um aplicativo no seu smartphone, armazenando as suas chaves e permitindo que você realize transações e pague por serviços utilizando criptomoedas diretamente pelo seu celular. Para aqueles que usam bitcoins diariamente, uma carteira móvel é uma ferramenta muito útil.

Prós

  • Ideal para quem preza por agilidade e portabilidade para usar o Bitcoin no dia a dia.

Contras

  • Oferecem um menor nível de segurança, pois são muito mais vulneráveis a ataques de hackers e malwares;
  • Você pode perder o controle de sua carteira caso alguém tenha acesso ao seu dispositivo móvel.

Carteiras Móveis mais populares:

Tabela comparativa de diferentes carteiras móveis de criptomoedas oferecidas no mercado

Carteira Web

Como o próprio nome sugere, a carteira web permite ao usuário acessar e gerenciar seus bitcoins por meio de um navegador, não sendo necessário baixar nenhum software ou aplicativo. Dessa forma, a carteira fica hospedada em servidores da empresa responsável pela prestação desse tipo de serviço.

Prós

  • Acessíveis em qualquer lugar, bastando ter acesso à internet;
  • Facilitam o processo de armazenamento de chaves dando menos trabalho para o usuário.

Contras

  • Como a empresa da carteira web armazena um backup criptografado da sua chave privada, não é a opção mais segura, visto que parte do armazenamento está sob controle de um terceiro;
  • São vulneráveis a ataques e softwares maliciosos, pois são conectadas à internet, o que coloca em risco o seu patrimônio.

Exemplos de carteiras online:

Tabela comparativa de diferentes carteiras online de criptomoedas oferecidas no mercado

Carteiras Desktop

As carteiras Desktop são programas baixados e instalados em seu computador que armazenam suas chaves privadas no disco rígido da sua máquina. Apresentam funções avançadas de segurança como carteiras multi-assinadas, diferentes formas de encriptação e opções de armazenamento a frio.

Por definição, elas são mais seguras do que carteiras web e móveis, pois não contam com terceiros para armazenar seus dados, porém ainda estão conectados à internet, o que as torna suscetíveis a ataques.

São uma ótima solução para aqueles que negociam pequenas quantidades de Bitcoin e possuem um conhecimento mínimo sobre a tecnologia.

Prós

  • Instalar uma carteira diretamente no seu computador oferece ao usuário o controle sobre suas próprias chaves; 
  • A maioria tem configuração relativamente fácil;
  • Gratuitas.

Contras

  • Exigem mais manutenção na forma de backups e rotinas de segurança no seu computador;
  • A não ser que você utilize um computador offline exclusivamente para armazenar suas chaves, esse tipo de carteira estará constantemente conectada à internet e, consequentemente, vulnerável a ataques de hackers;
  • Se o seu aparelho for roubado ou corrompido e suas chaves não estiverem armazenadas em outro lugar, você perderá seus bitcoins.

Exemplos de Carteiras Desktop:

Tabela comparativa de diferentes carteiras desktop de criptomoedas oferecidas no mercado

Carteiras Frias

Carteiras de Hardware ou Hard-Wallets

É considerada uma das formas mais seguras de armazenar Bitcoin e outras criptomoedas. A ideia básica por trás das carteiras de hardware é armazenar suas chaves em um dispositivo físico – semelhante a um pen drive – que não esteja conectado à rede, impossibilitando que qualquer pessoa acesse suas senhas através da internet.

Diferente do pen drive, contudo, a hard-wallet é um dispositivo especialmente projetado para fazer a custódia das suas chaves, possuindo alguns recursos que permitem maior segurança e praticidade para o usuário.

Prós

  • Menos suscetíveis a vírus e malwares, pois são offline;
  • Hardware especialmente projetado para armazenar suas chaves com a maior segurança, o que praticamente impossibilita outra pessoa de extrair as chaves de lá, mesmo que o dispositivo seja roubado;
  • O software dessas carteiras é de código aberto, permitindo que um usuário valide toda a operação do dispositivo;
  • Alguns modelos mostram as palavras de backup (palavras que ajudam a recuperar sua chave privada, em caso de perda) na tela do próprio dispositivo, o que impossibilita uma interceptação (algo que pode ocorrer se as palavras forem mostradas na tela do computador);
  • Alguns modelos oferecem segurança adicional com validação física das transações usando os botões no aparelho e Código Pin de 4 ou mais dígitos;
  • Armazena várias criptomoedas em um só dispositivo;
  • Capazes de gerar diversos endereços públicos para você automaticamente, o que aumenta a privacidade e diminui a rastreabilidade.

Contras

  • Não são gratuitos;
  • Você não conseguirá movimentar seus bitcoins de maneira tão rápida quanto as opções de carteira quentes, pois são dispositivos offline. Será necessário conectá-lo a um computador para realizar uma transação.

Tipos de carteira de hardware:

Tabela comparativa de diferentes carteiras hardware de criptomoedas oferecidas no mercado

Carteiras em Papel ou Paper Wallet

Uma paper wallet é essencialmente um documento em papel que contém sua chave pública e sua chave privada. Ela pode ser simplesmente um pedaço de papel onde estarão anotadas as suas chaves, ou uma frase chamada “mnemonic recovery phrase” que contém as informações necessárias para gerar as chaves.

Também é uma prática comum vincular a sequência numérica da sua chave a um QR Code, imprimindo-o e guardando-o. Dessa forma, ao escanear o código, você pode rapidamente adicionar as suas chaves a uma carteira conectada à internet e realizar transações.

Prós

  • Dispositivo de armazenamento a frio. Isso o torna mais seguro, pois nenhum malware poderá alcançá-lo e comprometê-lo;
  • Chaves privadas totalmente sob o seu controle, pois não utiliza serviços de terceiros no armazenamento;
  • Gratuitas;
  • Simples de serem feitas.

Contras

  • É suscetível a danos, como ficar encharcada, rasgada ou queimada, já que se trata de um pedaço de papel;
  • Mesmo sendo um objeto físico alguém ainda pode roubá-la de você. Lembre-se que quem tem o papel tem tudo o que é necessário para gastar ou transferir os bitcoins contidos ali;
  • Mesmo que uma carteira de papel esteja offline, as chaves privadas podem ficar expostas durante a sua geração e a impressão. Isso ocorre especialmente se o computador e a impressora usados estiverem conectados à internet durante o processo;
  • Uma vez que a chave privada armazenada em papel é usada para assinar uma transação, ela se torna suscetível a ataques por ter sofrido contato com a rede. Portanto, o ideal é sempre criar uma nova paper wallet após cada transação.

Exemplos de Carteira de Papel:

Exemplo de carteira de papel

Conselhos e Boas Práticas de Segurança

Agora que você conhece todos os tipos existentes, você consegue decidir qual a melhor carteira de Bitcoin para você. Independente do tipo selecionado, tenha em mente algumas boas práticas para aumentar a segurança das suas moedas:

Lista com dez conselhos e práticas para manter suas criptomoedas seguraResumindo…

Tabela comparativa entre os diferentes tipos de carteiras de Bitcoin